FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Dilma lança Programa Mulher, Viver sem Violência

Por Auris Sousa | 13 mar 2013

A presidenta Dilma Rousseff lançou nesta quarta-feira, 13, o “Programa Mulher, Viver sem Violência”. A iniciativa prevê a construção de 27 centros chamados de “Casa da Mulher Brasoleira”, que integrarão serviços públicos de segurança, justiça, saúde, assistência social, acolhimento, abrigamento e orientação para o trabalho.

Em dois anos, serão investidos R$ 265 milhões, sendo R$ 137,8 milhões, em 2013, e o restante no próximo ano. O montante será distribuído da seguinte forma:

– R$ 115,7 milhões na construção dos prédios e nos custos de equipagem e manutenção;

– R$ 25 milhões na ampliação da Central de Atendimento à Mulher- Ligue 180;

– R$ 20 milhões para melhorar o atendimento às mulheres em unidades de saúde e garantir que hospitais e institutos médicos legais sejam capazes de resguardas o conjunto de provas periciais, base para processos judiciais contra os agressores;

– R$ 13,1 milhões na humanização da atenção da saúde pública;

– R$ 6,9 milhões na humanização da perícia para aperfeiçoamento da coleta de provas de crimes sexuais;

– R$ 4,3 milhões em serviços de fronteira, aumentando o número de centros de atenção às mulheres nas fronteiras e estendendo os serviços para as regiões próximas à Bolívia, Guiana Francesa, Guiana Inglesa, ao Paraguai, ao Uruguai e à Venezuela.

O Objetivo da presidenta com o programa é erradicar todas as formas de violência contra a mulher. Para ela, o “Programa Mulher: Viver sem Violência” intensifica toda a luta desenvolvida nos últimos anos, como a Lei Maria da Penha. “O combate à violência tem de estar casado com medidas fortes de coerção, repressão, de cumprimento da lei. E com o reforço da autonomia das mulheres”, enfatizou Dilma. [Foto: Antonio Cruz/ABr – com informações do Blog do Planalto]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023