FIQUE SÓCIO!

Fausto Augusto Júnior
COMPARTILHAR

Novo olhar para a indústria brasileira

Por Fausto Augusto Júnior - Diretor técnico do DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos 16 abr 2024

Uma das mais importantes ações iniciadas pelo governo federal, com vários setores da sociedade, entre eles trabalhadores e empresários, é um plano para reindustrializar o Brasil, o Nova Indústria Brasil (NIB). As medidas propostas, se realmente avançarem, podem mudar a rota do país e colocá-lo de novo a caminho do desenvolvimento, pois a indústria é o setor que mais tem poder de estimular os outros segmentos.

Nos últimos anos, a perda de participação da indústria na economia brasileira caiu muito. A aposta dos governos passados foi investir na produção e exportação de serviços primários.

Desde 2019, pelo menos 13 multinacionais de diversos setores saíram do Brasil, entre elas a Ford, a Mercedes-Benz, a farmacêutica Roche. Milhares de empregos desapareceram sem que os governos anteriores fizessem qualquer movimento para manter essas empresas aqui. Outras milhares de indústrias também fecharam, muitas nacionais.

O movimento sindical, preocupado com a questão, elaborou em 2023 o Plano Indústria 10+, com um conjunto de diretrizes para orientar políticas e ações para os próximos 10 anos. A NIB tem um olhar que coincide com o Plano Indústria 10, visando ser um meio para garantir à população direitos básicos, como alimentação, saúde, mobilidade, habitação, emprego de qualidade, sustentabilidade ambiental, acesso à tecnologia, valorização da produção nacional. Agora, é preciso garantir que esse projeto saia do papel.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #09