FIQUE SÓCIO!

Gilberto Almazan
COMPARTILHAR

Ditadura nunca mais, reparação já!

Por Gilberto Almazan - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região 02 abr 2024

Durante o período de ditadura civil militar no Brasil, que ocorreu há 60 anos, entre 1964 e 1985, milhares de pessoas foram perseguidas, torturadas e mortas em nome da suposta manutenção da ordem no país. Esses anos sombrios da nossa história deixaram feridas profundas em toda sociedade, prejudicou todo processo de avanços que tomava conta do país, atrasando várias áreas, como educação, saúde, segurança, cultura.

Para este ano, junto de outras entidades sindicatos e movimentos sociais da região, vamos realizar uma série de ações que vão lembrar as atrocidades ocorridas nesse período, para que tais abusos de poder não se repitam. É de extrema importância que a sociedade não se esqueça do que aconteceu durante esses anos, para que os erros do passado não sejam repetidos no futuro.

A necessidade de reparação e justiça às vítimas dos anos de chumbo é urgente e indispensável. Muitas famílias ainda buscam por respostas sobre o paradeiro de seus entes queridos desaparecidos, e muitos sobreviventes ainda sofrem as sequelas físicas e emocionais decorrentes das torturas e prisões arbitrárias sofridas naquele período. É preciso que o Estado assuma a responsabilidade pelas violações de direitos humanos cometidas durante a ditadura.

É urgente que a sociedade brasileira se una em prol da memória, verdade, justiça e reparação às vítimas da ditadura militar. Somente assim poderemos garantir que os horrores do passado não se repitam, e construir um país mais justo, democrático. Ditadura e tortura nunca mais!

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #06