FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Sindicatos e movimentos sociais e estudantis se realizaram ato “Ditadura e Tortura Nunca Mais!”

Por Bianca Silva | 08 abr 2024

“Estamos aqui para que esse período nunca seja esquecido, pois durante a ditadura civil militar tivemos muitas mortes de trabalhadores e trabalhadoras e de qualquer um que se opôs-se ao governo, além de um grande atraso nas políticas públicas”, relembrou o presidente do Sindicato, Gilberto Almazan (Ratinho).

Presidente do Sindicato, Gilberto Almazan (Ratinho) durante o ato

 

Este foi o tom usado na manhã do sábado, 6, em ato “Ditadura e Tortura Nunca Mais”, para rememorar os 60 anos do golpe civil-militar. A atividade foi realizada pelos sindicatos, movimentos sociais e estudantis, e os partidos políticos progressistas de Osasco e região.

Sindicatos, movimentos estudantis e sociais e partidos políticos na concentração do ato

O Deputado Estadual Emídio de Souza fez questão de participar do ato, e reforçou o seu comprometimento na luta em defesa da democracia.

Deputado Estadual Emídio de Souza realiza fala durante ato     Foto: Heleno

Durante o ato foi panfletado um resumo sobre o que foi a ditadura no Brasil com alguns exemplos de como ela afetou a vida dos trabalhadores. Para dar ainda mais força ao material, alguns companheiros que viveram durante a época da ditadura compartilharam seus relatos “Fazem 60 anos de um golpe que matou milhares e torturou milhares, se no 8 de janeiro de 2023, a tentativa de um novo golpe, de uma nova ditadura, tivesse dado certo, a gente não poderia estar aqui conversando com vocês ”, comentou Roque Aparecido.

Roque Aparecido durante passeata

A passeata foi até o shopping Osasco Plaza, para acompanhar uma apresentação teatral e depois seguiu até o largo de Osasco, para uma apresentação musical.

Apresentações – O coletivo Nos de Oz realizou uma apresentação da peça “1968”, que conta sobre a Greve de Osasco, que em 68 parou diversas fábricas da região e ficou conhecida como a “Greve da Cobrasma”.

Apresentação do coletivo Nós de Oz

Após a peça, aconteceu apresentação musical realizada por Luciano Lub.

Apresentação musical de Luciano Lub                                                               Foto: Heleno

 

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #09