FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Federação dos Metalúrgicos de SP realiza novo curso de acesso ao banco de dados da RAIS e do CAGED

Por Auris Sousa | 22 mar 2013

A Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego, realizou na quinta-feira, 21, das 8 às 18 horas, na sede da entidade (Rua Pará 66, Higienópolis, SP), curso de qualificação direcionado a dirigentes e assessores sindicais para terem acesso ao banco de dados da RAIS e do CAGED.

A segunda turma do Curso contou com a participação de representantes dos Sindicatos de Mogi Guaçu, Embu Guaçu, Mairinque, Lorena, Cruzeiro, São João da Boa Vista, Osasco, Leme, Mirassol, Jundiaí, Araras e Espírito Santo do Pinhal.

A RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) tem o papel de subsidiar o controle da nacionalização do trabalho, fornecer dados para o controle referente ao FGTS e à Previdência Social e gerar estatísticas sobre o mercado brasileiro. Permite a viabilização dos pagamentos de abono salarial aos trabalhadores com renda média de até dois salários mínimos e representa um extraordinário banco de dados para políticas de formação de mão de obra.

O CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) permite acompanhar e fiscalizar o processo de admissão e dispensa do empregado, estabelecer medidas contra o desemprego, dar assistência aos desempregados, oferece subsídios à fiscalização do trabalho, viabiliza o pagamento do seguro desemprego, atende à reciclagem profissional e a recolocação no mercado de trabalho e a geração de estatísticas.

No dia a dia sindical, ou seja, na prática, os dois bancos de dados representam um excelente instrumento para que dirigentes e assessores conheçam detalhadamente a situação do trabalho no Brasil e também as características de suas bases.

A partir da análise dos dados é possível estabelecer relações transitando do macro ao micro. Para Claudio Magrão, presidente da Federação, “este curso nos permitirá conhecer ainda mais, e com detalhes, a quantidade de metalúrgicos no Estado de São Paulo bem como o perfil de nossa categoria”, destacou. [Fonte: Federação dos Metalúrgicos de SP]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023