FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Semana decisiva

Por Auris Sousa | 27 out 2015

opiniao-barra-jorgeOs grupos patronais têm até o final desta semana para fazer suas propostas. Esperamos um posicionamento razoável, mas ao mesmo tempo estamos preparados para intensificar a luta. As assembleias nas portas de fábrica mostram isso, com o envolvimento da categoria, o que se refletiu no seminário do último sábado, na sede.

Uma participação que precisa se ampliar ainda mais nesta semana para mostrar aos patrões que não vamos tolerar enrolação. Se não houver proposta razoável, vamos parar fábrica a fábrica e fazer greve por setor, caso haja grupos patronais que não apresentam propostas.

Sabemos que o ano não tem sido bom, com a crise política que desestabiliza nossa economia, mas sabemos que as crises acabam. A luta é para minimizar os prejuízos aos trabalhadores que, em milhares de casos, já pagam com o desemprego. Não vamos tolerar a perda de direitos e é isso que em muitos casos os grupos querem: o grupo 3 (autopeças) por exemplo quer mexer na licença maternidade de 180 dias. A crise não é argumento para o rebaixamento de direitos.

A semana é decisiva e o resultado que vamos alcançar depende da intensificação da luta. Participe.

Jorge Nazareno
Presidente do Sindicato dos
Metalúrgicos de Osasco e Região
[email protected]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #08