FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Relator da reforma da Previdência apresentará parecer até 9 de abril; cresce organização nas fábricas contra a proposta

Por Auris Sousa | 02 abr 2019

O relator da Reforma da Previdência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados, deputado Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), afirmou que pretende entregar o relatório da proposta até o dia 9 de abril. Até lá o Sindicato mantém a mobilização dos metalúrgicos de Osasco e região contra a proposta.  

“Os dias 10 e 11 de abril ficam destinados a eventuais pedidos de vista, e acredito que no mais tardar no dia 17 de abril nós já estejamos julgando esse relatório junto à Comissão de Constituição e Justiça”, destacou Freitas.

Isso significa que a mobilização contra esta proposta que dificulta o acesso dos trabalhadores à aposentadoria vai crescer. Para isto, além de participar das assembleias organizadas e atividade organizadas pelo Sindicato, você também pode enviar e-mails para os deputados mostrando a sua indignação sobre os prejuízos que todos os brasileiros terão com a aprovação desta reforma da Previdência. Também peça a eles que votem contra quaisquer tentativas de privatizar a aposentadoria e de dificultar o acesso da população à aposentadoria.

Guedes na CCJ

O ministro da Economia, Paulo Guedes, comparecerá Comissão nesta quarta-feira, 3, para uma audiência pública que discutirá a reforma da Previdência. “O ministro Paulo Guedes é muito técnico e hoje o que o Parlamento precisa é de realmente uma visão técnica, que possa aproximar os parlamentares do verdadeiro texto da reforma, separando a nova Previdência daquilo que havia sido apresentado anteriormente”, disse Freitas.

Paulo Guedes é ferrenho defensor do sistema de capitalização, que torna a nossa Previdência Pública, num modelo administrado por fundos privado.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01