FIQUE SÓCIO!

Gilberto Almazan
COMPARTILHAR

Resistência e reparação!

Por Gilberto Almazan - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região 04 abr 2023

Na quinta-feira, 30, véspera dos 59 anos do golpe militar, a Comissão de Anistia reconheceu a violência do Estado Brasileiro durante a ditadura e aprovou indenização ao companheiro José Pedro, e outras três vítimas daquele período. A decisão veio com um merecido pedido de desculpas da Comissão, em nome do Estado.

Na década de 70, Zé Pedro era diretor do Sindicato, foi preso, demitido e teve dificuldades para conseguir um novo emprego. A reparação é mais que justa e deve ser estendida às demais vítimas da ditadura que tiveram seus pedidos negados no governo Bolsonaro.

Foram mais de duas décadas de perseguição e repressão. O Sindicato mesmo sofreu duas intervenções militares. A última aconteceu em 1968, quando eclodiu a greve que teve início na Crobrasma. Além de Zé Pedro, outros diretores da época foram perseguidos e presos. O Sindicato, então, consagrou-se como entidade exemplo de resistência ao regime militar, ao mobilizar os trabalhadores e enfrentar a repressão.

Tendo um papel importante na redemocratização do país, o Sindicato segue até os dias atuais firme na luta em defesa da democracia, porque entende que ela é o pilar de sustentação de um futuro com justiça social.

Junte-se ao Sindicato, e vamos juntos  tornar o Brasil um país cada vez melhor para todos, todas e todes.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #11