FIQUE SÓCIO!
Gilberto Almazan
COMPARTILHAR

Queremos um país justo!

Por Gilberto Almazan - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região 11 maio 2022

O Brasil que queremos é um país com justiça social e trabalho decente. No qual os direitos dos trabalhadores sejam respeitados. Ou seja, muito longe deste Brasil que, hoje, é o terceiro país no ranking de piores locais para se trabalhar, segundo relatório realizado pela Confederação Sindical Internacional e divulgado na semana passada.

O estudo ressalta como principais motivos para esta vergonhosa posição a repressão às greves, o enfraquecimento da negociação coletiva e a violência do país. A precarização se acentuou em 2017, com a reforma trabalhista, que contribuiu com o aumento do trabalho informal.

No que se refere ao desemprego, o Brasil também tem se destacado entre os piores do mundo. No ranking, que inclui as projeções do FMI para um conjunto de 102 países, o nosso país aparece com a 9ª pior estimativa de desemprego no ano (13,7%), bem acima da média global prevista para o ano (7,7%), da taxa dos emergentes (8,7%) e é a 2ª maior entre os membros do G20 – atrás só da África do Sul (35,2%).

Estamos caminhando para um retrocesso e está em nossas mãos mudar este caminho e reverter toda injustiça instalada na nossa sociedade. O Brasil que queremos é aquele que pensa nas mulheres, nos jovens, nas pessoas com deficiência, nos negros, na população LGBTQIA+.

Vamos juntos na luta por este país que respeita todos e todas, que gera empregos, que respeita os direitos.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #28