FIQUE SÓCIO!

Eventos
COMPARTILHAR

Mulheres fazem ato contra as reformas impostas pelo governo

Por Auris Sousa | 03 mar 2017

O Dia Internacional da Mulher em Osasco será marcado com luta. Prova disso é que as mulheres do nosso Sindicato junto as de outras entidades sindicais e instituições vão somar forças na quarta-feira, 8, contra as reformas trabalhista e da Previdência. A luta é por nenhum direito a menos.

A concentração do ato será às 8h30 em frente à estação de trem de Osasco (CPTM). De lá as mulheres partirão em caminhada pelas principais ruas da cidade. O objetivo é que a população tome conhecimento do retrocesso que todos, homens, jovens, idosos, mas especialmente as mulheres, teremos, caso as reformas sejam aprovadas da forma que estão.

Propostas pelo governo de Michel Temer, ambas as reformas retiram direitos dos trabalhadores e impõem retrocessos sociais. Enquanto a reforma da Previdência dificulta o acesso ao direito à aposentadoria, a reforma trabalhista pode reduzir ou até mesmo destruir os direitos trabalhistas. Visto a ideia do negociado prevalecer sobre o legislado. Do contrário não precisaria, pois, a legislação já prevê que a negociação se sobressaia quando acrescenta ou amplia direitos.

“As ameaças são grandes. Por isso que a mobilização e luta contra as reformas precisam ser fortalecidas”, destacou a diretora Gleides Sodré.

Ato no Sindicato – Em 30 de março, a reforma da Previdência também será o tema central do encontro “Igualdade de Oportunidades: Essa Luta é Nossa”, para marcar o Dia Internacional da Mulher – celebrado no dia 8 de março. O evento será realizado a partir das 18h30 na sede do Sindicato para marcar o Dia Internacional da Mulher – celebrado no dia 8 de março.

Para participar do encontro, é necessário se inscrever até 28 de março pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone 3651-7200.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01