FIQUE SÓCIO!

Press Releases
COMPARTILHAR

Metalúrgicos e Ctrens/ CAF têm 30 dias para negociar pauta

Por Auris Sousa | 05 jun 2014

Metalúrgicos e as empresas Ctrens e CAF vão ter 30 dias para negociar a possibilidade de implantação de um plano de cargos e salários, reivindicação que motivou a greve dos trabalhadores. O prazo foi acordado em audiência de conciliação realizada nesta quinta-feira, 5, no TRT-2ª Região (Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo). 

Os 250 trabalhadores das empresas que prestam serviço de manutenção às linhas 8 (Diamante) e 9 (Esmeralda) da CPTM estão em greve há uma semana. 

Os metalúrgicos voltam ao trabalho em estado de greve, a partir desta sexta-feira, 6. Será estabelecido um calendário de reuniões para que se busque um acordo sobre a reivindicação. Ficou marcada audiência para 3 de julho. Se até esta data não houver acordo, o Tribunal irá julgar a greve. 

Também foi definido que as empresas devem reembolsar os dois dias de trabalho que havia descontado dos salários dos trabalhadores referente ao mês de maio, correspondentes ao período de greve. Tal desconto é ilegal. No período da negociação estão proibidas demissões.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01