FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Mais de 23% dos trabalhadores tinham alguma deficiência em 2010

Por Auris Sousa | 29 jun 2012

TAGS

Emprego

Segundo o IBGE, em 2010, das 86,3 milhões de pessoas ocupadas 23,6% apresentavam algum tipo de deficiência, o equivalente a 20,3 milhões do total. Das 44 milhões de pessoas com deficiência em idade ativa (10 anos ou mais), 23,7 milhões (53,8%) estava desocupada ou não era economicamente ativa. As informações fazem parte do Censo 2010, que foi divulgado nesta sexta-feira, 29.

Já em relação ao total de desempregados, que chega a 75,6 milhões, o percentual com pessoas com algum tipo de deficiência era de 31,3%.

Carteira assinada

De acordo com o IBGE, 40,2% dos trabalhadores com deficiência têm carteira assinada no país. A diferença deste perfil com o da população sem deficiência é de 9%. Os dados do Censo mostram que 27,4% das pessoas com deficiência trabalham por conta própria, 22,5% sem carteira, 5,9% eram militares e funcionários públicos estatutários e 2,2% eram não remunerados. Os dados são maiores do que na população sem deficiência (20,8%, 20,6% e 5,5%; 1,7%, respectivamente).

Rendimento Mensal

Em relação ao rendimento nominal mensal de trabalho recebido pelas pessoas com idade ativa na semana de referência (25 a 31 de julho de 2010), 46,4% de pessoas com algum tipo de deficiência ganhavam até um salário mínimo ou não tinham rendimento. A diferença é de mais de 9% da população sem qualquer deficiência – que representava 37,1%.

Entre as pessoas ocupadas com deficiência mental e motora, o maior percentual se encontrava nas classes de mais de meio a um salário mínimo de rendimento de trabalho, 27,6% e 28,7%, respectivamente. A maior parte da população com deficiência visual e auditiva se concentrava na classe de um a dois salários mínimos, 29% e 28,4%, respectivamente.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023