FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Acordo com grupo 2 garante reposição da inflação por 2 anos

Por Cristiane Alves | 17 nov 2016

TAGS

Após muita negociação e pressão dos trabalhadores, foi fechado acordo com as empresas do setor de máquinas e eletroeletrônicos, o grupo 2. A proposta garante a reposição da inflação do período da nossa data base, que ficou em 8,50%, de acordo com o INPC-IBGE (Índice Nacional de Preços ao Consumidor, medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e foi aprovada em assembleia, realizada na sede do Sindicato, em 4 de novembro.

O índice será pago em duas vezes, sendo 6% em janeiro e a diferença em abril de 2017. O teto foi corrigido pelo mesmo percentual, passando para R$ 8.709,16. Para quem recebe valores iguais ou superiores ao teto, o reajuste é fixo. Além disso, o acordo inclui abono de 20% e correção do piso e do teto pela inflação.

Os companheiros que trabalham nas empresas dos setores filiados ao grupo 2 também irão receber abono de 20%, que deverá ser pago caso a empresa não aplique o reajuste retroativo a 1º de novembro.

O acordo é uma conquista do Sindicato que cotidianamente busca garantir os direitos de todos os metalúrgicos.

Contribuição – O acordo também estabelece uma contribuição assistencial dos trabalhadores beneficiados pela Convenção Coletiva a ser utilizada pelo Sindicato na manutenção dos serviços e da negociação coletiva em favor da categoria. As empresas devem descontar 4%, em 20 de janeiro de 2017, e 4% em 20 de fevereiro de 2017, no total de 8%, sobre os salários vigente em 31 de outubro de 2016.

O trabalhador pode se opor a esse desconto, no prazo de 15 dias (17/11/2016 a 1/12/2017), a partir da data de assinatura do acordo. Para isso, deve comparecer pessoalmente à sede do Sindicato (r. Erasmo Braga, 307, em Presidente Altino, Osasco) ou a subsedes de Taboão da Serra ( r. Ribeirão Preto, 397 – Vila Iasi) para entregar uma declaração escrita a próprio punho.

tabela-grupo-2

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #03