FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Violência física é a agressão mais sofrida pelas mulheres

Por Auris Sousa | 07 ago 2012

Entre as formas de violência contra as mulheres, a física é o tipo mais frequente. É  o que aponta o balanço das ligações feitas pela Secretaria de Políticas Para as Mulheres, da Presidência da República. O levantamento foi divulgado nesta terça-feira, 7, dia em que a Lei Maria da Penha completa seis anos.

O balanço mostra que dos 2.714.877 atendimentos registrados pela Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, nos últimos seis anos, a violência física esteve presente em 196.610 dos casos relatados. Desses, 52% apresentaram risco de morte e 45% risco de espancamento.

Somente no primeiro semestre deste ano, a Central registrou 388,9 mil atendimentos, dos quais 56,6% foram relatos de violência física. A violência psicológica aparece em 27,2% dos registros no período. Cerca de 12% das chamadas estavam relacionadas à violência moral, 2% a sexual.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Companheiros ainda são os principais agressores

O levantamento ainda mostra que em 70% das denúncias feitas ao Ligue 180, o companheiro é identificado como o agressor da violência doméstica. Se forem considerados outros tipos de relacionamento afetivo (ex-marido, ex-namorado e ex-companheiro), o percentual sobe para 89%.

Os parentes, vizinhos, amigos e desconhecidos aparecem como agressores em 11%.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023