FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Sindicato está de olho na saúde e segurança do trabalhador

Por Auris Sousa | 29 jan 2014

O Sindicato zela pelos direitos do trabalhador, pela PLR (Participação nos Lucros e Resultados), pelos benefícios. E com a saúde não é diferente. Prova disso é que nos últimos dias a entidade percorreu as fabricas para passar orientações aos metalúrgicos e nesta quarta-feira, 29, foi a vez dos companheiros da Microtest, em Santana de Parnaíba, receberem orientações.

[wppa type=”slide” album=”138″][/wppa]

Durante a assembleia, o diretor Alex da Força enfatizou que os trabalhadores devem atuar junto com as Cipas (Comissões Internas de Prevenção de Acidentes). “Não basta apenas eleger os membros da Cipa, tem que participar da gestão. Identificou um problema? Comunique a técnica de segurança no trabalho e os cipeiros”, orientou Alex.

O líder Sindical, Carlinhos, ressaltou que para fortalecer a luta pela saúde e segurança no local de trabalho, “os companheiros devem ter comprometimento, exigir o aprimoramento das Cipas e prevenção por parte da empresa.”

Cipa atuante – O diretor Alex ressaltou a importância de uma Cipa atuante. “Devemos fazer bem mais do que criar mapas de riscos e fixa-los em pontos estratégicos da empresa. Precisamos também identifica-los, de tal maneira que possamos eliminar o máximo dos riscos”, defendeu o diretor, Alex da Força.

Para isso, o diretor alertou que é necessário notificar a empresa e exigir que as correções necessários sejam realizadas, para que os riscos sejam eliminados.  “Isso é necessário para evitar que os trabalhadores adoeçam, evitar acidentes e principalmente, para evitar, que as pessoas morram durante o trabalho”, enfatizou Alex.

Nova Comissão – No último dia 24, sete metalúrgicos foram eleitos para a nova gestão da Cipa, são eles: Francisco Edilânio S. Mangueira; Edilson de Brito Coelho; Anilton Alves da Silva; Marcos Celso de Lima; Ricardo de Freitas Ribeiro; Edson Rosa Mattioli; José Romildo da Costa. Os companheiros vão tomar posse em fevereiro.

De olhos bem abertos – Além da Microtest, o Sindicato percorreu outras empresas da região e constatou algumas irregularidades e providencias foram e serão tomadas.

Brasforno – Após protesto e protocolo da Pauta de Reivind icações, a empresa regularizou o funcionamento da CIPA e a entrega das Atas de Reuniões.

Rossini Murta – Após reivindicação dos trabalhadores por melhorias no local de trabalho, a empresa se comprometeu a fazer adequações na empresa, tais como: instalação de talhas, instalação de sistema de ventilação, exaustor e proteção para máquinas.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #02