FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Rossini pode entrar em greve contra atraso no pagamento da PLR

Por Auris Sousa | 23 fev 2016

Os companheiros da Rossini, em Santana de Parnaíba, ameaçam entrar em greve caso a empresa não efetue o pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) que deve ser feito em março. A empresa informou os companheiros que pretende parcelar o pagamento.

A mobilização dos trabalhadores é contra a postura da empresa, que ignora o que foi votado pela maioria. Isso porque no ano passado, os companheiros aprovaram a proposta de PLR apresentada pela empresa, na qual ela se comprometeu a efetuar o pagamento de uma só vez em março. No entanto, agora, pretende descumprir com o acordo e pagar parcelado. 

“A empresa ameaça descumprir um acordo já formalizado, e desrespeitar um compromisso já selado com os trabalhadores. Mas em assembleia, a maioria dos trabalhadores rejeitaram a proposta de parcelamento da empresa”, ressalta o diretor do Sindicato Sertório.

Companheiros da Rossini estão unidos ao Sindicato pela cumprimento de acordo de PLR

Companheiros da Rossini estão unidos ao Sindicato pela cumprimento de acordo de PLR

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #03