FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Países assinam acordo para reduzir o uso de mercúrio

Por Auris Sousa | 07 fev 2013

Após uma semana repleta de negociações durante a Conferência de Genebra, mais de 140 países – inclusive o Brasil – assinaram um acordo global que prevê a redução do uso do mercúrio.  O encontro aconteceu entre os dias 13 e 19 de janeiro.

Nomeada de Convenção de Minamata, ela estabelece a redução, o controle e a possível eliminação, quando houver tecnologia alternativa disponível, do mercúrio. Elemento que é uma substância altamente tóxica para a saúde humana e para o meio ambiente.

Mesmo apresentado este alto risco a saúde, de acordo com o pesquisador da Fundacentro Fernando Sobrinho, o órgão foi o único a defender medidas contra o mercúrio referentes à saúde ocupacional. “Sugerimos textos nos capítulos de conscientização pública, pequenos garimpos e mais substancialmente no capítulo específico de saúde humana”, explica.

Eliminação – A Convenção aponta que a eliminação do mercúrio deve ocorrer em termômetros, instrumentos de medição de pressão, interruptores, cremes e loções cosméticas, e em diferentes modelos de pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes até o 2020. Além disso, prevê a substituição gradual em amalgamas de obturações dentárias.

O texto também recomenda ações preventivas, corretivas e assistenciais em relação às populações expostas a riscos, inclusive os trabalhadores. [Com informações da Fundacentro – Foto: Roshan Sing/Stock]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023