FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Metalúrgicos de Taboão apostam na mobilização para conquistar aumento real

Por Auris Sousa | 03 out 2013

Uma andorinha só não faz verão. Esta foi a conclusão tirada nesta quinta-feira, 3, pelos metalúrgicos de Taboão da Serra durante o mutirão de assembleias da Campanha Salarial realizado pelo Sindicato nas fábricas da cidade. A ação está em seu segundo dia e tem o objetivo de fortalecer a luta por aumento real.

[wppa type=”slide” album=”103″][/wppa]

A pressão se deu nas portas das fábricas, entre elas Carmona, WTT, Jan Lips, Bomax, Repume e Spaal, para acelerar as negociações da campanha salarial. Com ela os trabalhadores pretendem arrancar dos patrões: aumento real, a valorização do piso salarial e a renovação da Convenção Coletiva.  Para conquistar estas reivindicações os trabalhadores ressaltaram que a categoria deve estar mobilizada.

“Queremos um bom aumento. Temos que fazer mais assembleias e conforme for decretar greve. Uma andorinha só não faz verão, tem que mobilizar geral, caso contrário não tem como”, enfatizou um trabalhador da WTT.

Um companheiro da Jan Lips concordou. “Um bom resultado é interesse de todos. Se não tiver mobilização será difícil e o patrão vai fazer o que quiser”, avaliou.

Para um metalúrgico da Alulev, a organização e união entre os trabalhadores devem ir além da campanha salarial. “Temos que nos unir para conquistar um bom aumento e melhorar os benefícios da convenção. Esta unidade também tem que acontecer depois dela, porque só assim vamos fazer com que os acordos saiam do papel”, defendeu.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #08