FIQUE SÓCIO!

Opinião
COMPARTILHAR

Jorge Nazareno: Aprofundar a qualificação

Por admin | 28 nov 2012

TAGS

Opinião

 

 

 

 

O governo federal vai criar 8 milhões de vagas em cursos técnicos e de qualificação profissional até 2014 por meio do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego). Hoje, 2,2 milhões de pessoas frequentam os cursos. A notícia foi dada pela presidenta da República, Dilma Rousseff, na segunda-feira, 26.

Para o Senai, foi anunciado investimento em R$ 1,5 bilhão a serem usados na construção de 53 escolas, na modernização e na ampliação de 251 unidades de ensino. É um importante passo, já que o Pronatec é um meio gratuito de formação em áreas como automação industrial, petróleo e gás, mineração, mecatrônica, manutenção de aeronaves, eletrônica, indústria naval e computação.

Em Osasco, o Senai largou na frente. Apenas em 2012, quase 400 alunos passaram pelo processo de qualificação e estão programadas novas turmas para o ano que vem. Isso representa um salto de qualidade rumo ao Brasil que necessitamos. E, melhor, uma construção fruto da aliança entre governo e sociedade para encarar as novas formas de produção.

De outro lado, esse esforço precisa levar em consideração as entidades dos trabalhadores, enquanto parceiras na execução, na indicação dos cursos a serem oferecidos e facilitadora de acesso aos interessados. É nesse sentido que todos os anos nos esforçamos por selar a parceria com o Senai. Daí a necessidade de aprofundar o Pronatec via Senai.

 

JORGE NAZARENO
Presidente do Sindicato dos
Metalúrgicos de Osasco e Região
[email protected]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023