FIQUE SÓCIO!

Opinião
COMPARTILHAR

Jorge Nazareno

Por Auris Sousa | 15 out 2013

TAGS

Opinião

Juntos, contra o trabalho infantil.

Entre terça, 8, a quarta-feira, 10, o Brasil sedia a Conferência Mundial de Trabalho Infantil. Pela primeira vez em 16 anos, a Conferência acontece fora da Europa. É uma forma de reconhecimento aos resultados alcançados pelo nosso país. Em 2012, a queda foi de 156 mil crianças nessas condições. A maior redução foi de 23%, na faixa etária de 10 a 13 anos, de acordo com a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios).

Mas a mesma pesquisa mostra que 3,5 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos trabalham, fica claro que os esforços não podem parar. Entre as estratégias de combate estão a Educação e a informação, dois dos principais enfoques da Conferência, que também são priorizados pelo nosso Sindicato em sua ação diária, que se dá por meio da Associação Eremim. Associação que, na segunda-feira, 7, foi escolhida para estar entre as entidades finalistas para o prêmio Itaú-Unicef, dadas suas ações voltadas para a educação transformadora. Além disso, no domingo, 13, todos que comparecerem à Estação Criança vão participar de uma oficina sobre combate a violência sexual contra crianças e adolescentes, uma das piores formas de trabalho infantil.

É com o empenho de todos que, vamos, juntos, trabalhar para eliminar o trabalho infantil até 2016, prazo estabelecido pela OIT (Organização Internacional do Trabalho).

Jorge Nazareno
Presidente do Sindicato dos
Metalúrgicos de Osasco e Região
[email protected]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #07