FIQUE SÓCIO!

Opinião
COMPARTILHAR

Jorge Nazareno

Por Auris Sousa | 08 maio 2013

TAGS

Opinião

Ibrahin, presente!.

Perdemos na última quinta-feira, 2, um dos mais emblemáticos líderes do movimento sindical brasileiro: José Ibrahin, que presidiu o nosso Sindicato, em 1967-68. Entrou para a história da luta social brasileira por ter sido um dos organizadores da Greve da Cobrasma, de 1968, a primeira em São Paulo, dentro da ditadura militar. Tinha 20 anos quando tudo isso aconteceu. Dali em diante, começou sua trajetória de luta na VPR (Vanguarda Popular Revolucionária), prisão e tortura, exílio. Na volta ao Brasil, contribuiu com a formação do PT, do PDT, com a organização das centrais CUT, Força Sindical e, recentemente, da UGT.

Ibrahin era companheiro, digno dessa palavra, que pensava a política e agia pelo trabalhador e pelo Brasil. Durante todos estes anos, sempre que teve oportunidade dialogou com a diretoria do Sindicato e esteve presente nos momentos marcantes de nossa categoria. Para nós, sem dúvidas, foi um privilégio podermos conviver e aprender com este companheiro.

Fica agora seu legado. Permanecem enraizados na nossa conduta os princípios de 68: organização dos trabalhadores pela base, democratização dos sindicatos e de liberdade e autonomia sindical.A cada dia procuramos fazer jus à luta dos companheiros que construíram as lutas e conquistas deste Sindicato. Essa é a melhor maneira de homenageá-los. Ibrahin, presente!

Jorge Nazareno
Presidente do Sindicato dos
Metalúrgicos de Osasco e Região
[email protected]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023