FIQUE SÓCIO!

Opinião
COMPARTILHAR

Jorge Nazareno

Por Auris Sousa | 19 mar 2013

TAGS

Opinião

Ministério precisa de novos rumos.

O Ministério do Trabalho começou a semana sob novo comando. No sábado, 16, o pedetista Manoel Dias assumiu a pasta, sucedendo o também pedetista Leonel Brizola Neto. Depois da saída de Carlos Lupi, o Ministério do Trabalho não teve mais período de calmaria, o que agrava a situação dos funcionários e dos serviços realizados, que já não é muito boa.

Não é de hoje que o Sindicato denuncia e busca diálogo para que seja melhorada a qualidade do trabalho realizado pela Gerência Regional do Trabalho de Osasco. O número de fiscais é insuficiente, a infraestrutura do prédio é precária, isso para ficar nos exemplos mais gritantes que espelham a situação do órgão e que, provavelmente, simbolizam a situação de outras Gerências país afora.

É para essa situação que temos a urgência que o novo ministro do Trabalho olhe. Não é só um órgão que precisa de atenção: a inadequação do atendimento do Ministério do Trabalho atinge diretamente a saúde, a segurança e os direitos de milhões de trabalhadores. É por isso que o Ministério do Trabalho precisa urgentemente de novos rumos.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023