FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Encontro faz balanço do programa “Diálogos sobre a Empregabilidade da Pessoa com Deficiência”

Por Auris Sousa | 08 jul 2016

Os resultados do programa “Diálogos sobre a Empregabilidade de Pessoas com Deficiências” foram debatidos na quarta-feira, 6, no auditório da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo. O encontro reuniu participantes dos setes encontros para fazer um balanço da primeira edição da atividade e discutir maneiras de aperfeiçoá-lo.

O programa que, é uma iniciativa do Espaço da Cidadania, visa promover um diálogo permanente de debate referente à pessoa com deficiência a partir de temas específicos, com participação do governo, sociedade civil e iniciativa privada. “O programa foi muito bacana, foi uma troca de conhecimento”, avaliou o coordenador do Espaço da Cidadania, Carlos Aparício Clemente.

[wppa type=”slide” album=”310″]Any comment[/wppa]

Num telão, fotos narraram o percurso do programa que passou por sete cidades (Osasco, São Paulo, Avaré, Praia Grande, Jundiaí, Salto e Guarulhos) e fez seis visitas para conhecimento de bons exemplos de inclusão, e reforçaram a avaliação de Clemente, assim como as palavras de José Carlos do Carmo, o Kal, da Câmara Paulista de Inclusão: “Nos encontros, ninguém ficou como papel de expectador, todos participaram das discussões”. E foi isso que tornou o programa ainda mais enriquecedor para a luta pela inclusão de qualidade.

“No encerramento temos a oportunidade de conhecer a visão um dos outros e unir as ideias que surgiram nesses sete encontros. Com a união de todos podemos criar um mercado de trabalho mais justo e para as pessoas com deficiência”, ressaltou Marinalva Cruz, supervisora do Padef (Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência).

Trabalho reforçado – Assim como nos encontros anteriores, o fechamento desta edição reforçou a necessidade de incluir mais atores no debate e na luta pela inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Boa parte dos participantes apontou a importância do programa ir de encontro com a sociedade e estimular sua participação, para que junto do Espaço da Cidadania e seus parceiros pela inclusão apresentar alternativas. Inclusive ressaltaram a necessidade de mais pessoas com deficiência participarem da ação.

Os participantes também fizeram uma avaliação positiva das visitas realizadas em empresas e instituições que são exemplos de inclusão de pessoas com deficiências, como a metalúrgica Cinpal, localizada em Taboão da Serra, e o Senai de Itu.

A gestora de RH Priscila dos Santos gostou do que viu na Cinpal e elegeu a fábrica como um dos melhores exemplos de inclusão. “Lá não foi nada imposto. A visita comprovou que quem começou antes já está bem mais a frente, isso ficou muito claro na visita à Cinpal”, destacou.

A Cinpal é a maior fabricante de autopeças do Brasil e, atualmente, também se destaca como líder na contratação de pessoas com deficiências. No dia da vista, que aconteceu em 15 de junho, 94 trabalhadores com deficiências estavam empregados em diversas áreas, como forjaria, fundição, usinagem, administração.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #06