FIQUE SÓCIO!

Campanha Salarial
COMPARTILHAR

Com assembleias em Taboão, Sindicato mobiliza mais de 17 mil metalúrgicos na Campanha Salarial

Por Auris Sousa | 13 out 2021

A mobilização por reajuste salarial e direitos da Convenção Coletiva cresce a cada dia nas metalúrgicas. Hoje, o Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região vai atingir a marca de 17.500 metalúrgicos organizados na Campanha Salarial. Até o final desta quarta-feira, 13, pelo menos 5.300 trabalhadores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra estarão organizados no mutirão de assembleias.

Participaram das manifestações desta manhã metalúrgicos de empresas como: Blum, Florio, Alulev, Conaut, Minor, Dinatecnica, Esquadrias Zona Sul e Nanquim/Narayama, entre outras. Na parte da tarde, mais trabalhadores vão fortalecer a mobilização por uma Campanha Salarial vitoriosa, como os que trabalham na Arbame, Spaal, Cinpal e Albras.

“Na parte da manhã, houve uma grande participação dos trabalhadores nas assembleias, isso joga pressão pra cima das empresas que sabem que os trabalhadores estão atentos as negociações da Campanha Salarial”, destaca o diretor do Sindicato Marcelo Mendes, coordenador das ações do Sindicato na região.

Durante as assembleias, a diretoria do Sindicato reforça a convocação para o seminário regional que, neste sábado, 16, acontece a partir das 9h, em dois locais: na Subsede de Taboão da Serra e de Cotia.

Mobilização Forte

As assembleias de mobilização já acontecem desde setembro, e já passou pelas fábricas de Osasco, Jandira, Itapevi, Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Alphaville e Carapicuíba. Nesta quinta-feira, 14, o ato se estenderá para as metalúrgicas de Cotia e Vargem Grande Paulista.

“O Sindicato é um instrumento de luta importante que os trabalhadores têm à sua disposição. No entanto, só vamos conseguir alcançar as nossas reivindicações com a mobilização e a participação maciça da categoria para fortalecer a luta”, enfatiza o presidente do Sindicato, Gilberto Almazan (Ratinho).

A Campanha Salarial é unificada entre os 54 sindicatos filiados à Federação dos Metalúrgicos que representam mais de 700 mil metalúrgicos no Estado de São Paulo.

 

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #08