FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Cinpal pode parar por jornada de trabalho

Por Cristiane Alves | 16 dez 2012

Os metalúrgicos da Cinpal pretendem iniciar o ano de 2013 com uma forte organização em torno da definição de um acordo de jornada de trabalho que atenda as suas reivindicações, caso contrário, os companheiros podem entrar em greve por tempo indeterminado. O indicativo foi tirado em reunião neste domingo, 16, na subsede de Taboão da Serra.

A empresa pretende mexer na jornada, estendendo o expediente dos companheiros ao longo da semana e aos sábados. Desse modo, a autopeças pretende se ajustar ao período de uma hora para intervalo de almoço definido pelo Ministério do Trabalho. Hoje, o intervalo é de 30 minutos, mediante acordo com o Sindicato.

Mas os trabalhadores têm uma proposta a fazer e esperam que a Cinpal mude sua postura, negociando, já que a empresa tenta impor o novo horário, a contragosto do conjunto dos companheiros. A empresa pretende colocar o novo horário em prática a partir de 7 de janeiro, mas o Sindicato quer mais prazo. “Queremos negociar. A Cinpal tem de rever esse prazo”, afirma o diretor do Sindicato, Gilberto Almazan.

Caso a empresa se mantenha irredutível, a saída é a luta. “Só com mobilização vamos conseguir avançar”, adiantou o diretor Geremias da Silva.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023