FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Campanha “Eu Não Mereço Ser Estuprada” ganha grande repercussão na internet

Por Auris Sousa | 01 abr 2014

 

A jornalista Nana Queiroz é a criadora da campanha "Eu Não Mereço Ser Estuprada"

Após pesquisa do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) apontar que 65% dos entrevistados acreditam que mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas, a campanha “Eu Não Mereço Ser Estuprada” repercute na internet. Cerca de 45 mil pessoas já fazem parte do evento criado no facebook. 

A campanha mostra a desaprovação de mulheres e até mesmo de homens com o resultado da pesquisa. A criadora é a jornalista Nana Queiroz, criadora do evento no Facebook, em entrevista à Agência Brasil, disse que está sendo ameaçada.

A jornalista já denunciou à Delegacia da Mulher as centenas de ameaças que recebeu, entre elas a de estupro e de outros tipos de violência. “Fui muito bem atendida, mas só para eles descobrirem a identificação do computador de quem me ameaçou vai levar uns seis meses”, lamentou. [Foto: João Fellet / Reprodução]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #10