FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Ato público no Pátio do Colégio celebra 21 anos da Lei de Cotas

Por Auris Sousa | 25 jul 2012

Centenas de pessoas participaram na terça-feira, 24, de ato público realizado no Pátio do Colégio, em São Paulo, para comemorar os 21º aniversário da Lei de Cotas. Participaram do evento o Espaço da Cidadania e seus parceiros pela inclusão, o governador Geraldo Alckmin, entre outras autoridades, representantes de centrais sindicais, instituições do terceiro setor e empresas privadas.

Durante o evento, algumas pessoas com deficiência expressaram, por de meio de faixas,  o  desejo pela ampliação da igualdade e de empregos.

Na ocasião, além de informações sobre a Lei de Cotas, os paulistanos puderam tirar suas dúvidas sobre os direitos das pessoas com deficiência, como também puderam assistir às apresentações de atividades culturais e artísticas, em sua maioria realizada por pessoas com algum tipo de deficiência.

Alckmin disse que o governo irá “suar a camisa” para aumentar o ingresso de pessoas com deficiências no mercado de trabalho. “Este evento significa uma comemoração e um dever a ser cumprido. A primeira meta é superar as contratações e depois manter o crescimento. Para isso, intensificaremos as políticas adotas no que tange à acessibilidade e qualificação”, afirmou.

Segundo a secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Battistella, atualmente o estado de São Paulo ocupa quase 47% das vagas da Lei de Cotas e explicou que o estado tem criado condições para qualificação. Para ela o dia 24 de julho “é um dia importante para comemorarmos e, ao mesmo tempo, avançarmos na luta dos direitos da pessoa com deficiência”.

Em relação à qualificação profissional, o secretário de Estado do Emprego, Carlos Ortiz, disse que “não medimos esforços para proporcionar uma melhor qualificação aos trabalhadores com deficiência. Assim, acabaremos com a desculpa de uma boa parcela do empresariado, que muitas vezes se queixa dos problemas na qualificação em todos os segmentos”.

Importância da Lei de Cotas

Criada para garantir a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, a Lei de Cotas é o hoje o principal instrumento para garantir a igualdade. Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, o país tem 306 mil pessoas com deficiência formalmente empregadas – apenas 0,7% do total de empregos formais do país. Dessas, 223 mil foram contratadas pela Lei de Cotas.

A prática tem demonstrado que a Lei de Cotas é necessária porque as pessoas com deficiência são duramente atingidas em períodos de recessão e de desemprego e, na retomada das contratações quase sempre são as últimas a serem lembradas”, defende o coordenador do Espaço da Cidadania, Carlos Aparício Clemente, que também é o vice-presidente do Sindicato. [Com informações da Sert]

Curta a galeria de fotos na fan page do Sindicato: www.facebook.com/sindmetalosasco

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023