FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Após estado de greve, metalúrgicos da Jedal conquistam PLR

Por Auris Sousa | 25 fev 2013

Os metalúrgicos da Jedal, de Osasco, comemoram os resultados da luta. Isso porque conquistaram PLR (Participação no Lucro e Resulta), após terem ficado quase três meses mobilizados pelo direito. O fim do impasse se deu na quarta-feira, 20, quando o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) entendeu que os trabalhadores tinham direito a divisão dos resultados.

Além da PLR, a empresa terá que pagar os noves dias em que os trabalhadores ficaram parados, em dezembro, e dar estabilidade de 90 dias a cada um dos companheiros.

Para o diretor do Sindicato Marcos Roca, a determinação do Tribunal é positiva e mostra que os trabalhadores têm direito de exigir e reivindicar por melhorias. “O resultado dá segurança não só para os trabalhadores da Jedal, mas para toda categoria. Já que o tribunal reconheceu o direito dos trabalhadores e que a greve não foi abusiva”, avaliou.

Relembre o Caso – Os metalúrgicos entraram em greve no dia 27 de novembro contra a postura da empresa. Ela havia estabelecido uma série de metas a serem cumpridas pelos trabalhadores, mas sem apresentar um valor do benefício e o dia de seu pagamento. Tudo isso sem a participação do Sindicato.

Com a paralisação, a empresa apresentou uma proposta, a qual foi rejeitada pelos trabalhadores porque o valor correspondia a apenas um terço do valor reivindicado pelos companheiros. Após audiência de conciliação, realizada no dia 5 de dezembro, os trabalhadores retornaram ao trabalho no dia 6 de dezembro em estado de greve.

Na audiência ficou definido que a empresa teria até o dia 18 de janeiro para fechar um acordo, o que não aconteceu e obrigou o Sindicato a pedir julgamento sobre o caso.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023