FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Trabalhadores da LAO exigem negociação coletiva sobre horário de trabalho

Por Auris Sousa | 02 set 2022

Mobilização forte na LAO. Em assembleia, realizada nesta quinta-feira, 1, os trabalhadores protestaram para que a mudança no horário de trabalho desejada pela empresa seja tratada como negociação coletiva. Atualmente, os sábados não contam como jornada de trabalho, mas a empresa quer mudar esta realidade, por meio de acordo individual.

Os companheiros entendem que, ao se utilizar do acordo individual, a empresa pode rebaixar direitos. Isto porque sozinho, frente ao patrão, o trabalhador fica fragilizado e sem condições de defender seus direitos. Já o acordo coletivo garante a participação efetiva dos trabalhadores na discussão e que todos terão o mesmo tratamento.

Logo, o caminho que a empresa quer seguir vai na contração daquilo que pensam e defendem os metalúrgicos da LAO, que desde os anos 90 tem uma comissão fábrica participativa. “A empresa quer fazer negociação individual sobre o horário, mas os trabalhadores têm consciência das perdas que terão e desejam que a pauta seja discutida com o Sindicato. Estamos com os trabalhadores e já acionamos a empresa para que a negociação seja iniciada”, conta o diretor Rafael Alves.

A diretoria do Sindicato tomou conhecimento do caso por meio da denúncia de vários trabalhadores. “Os companheiros se utilizaram dos meios de comunicação disponíveis da entidade e da comissão de fábrica. Graças a isso, conseguimos barrar a implantação da mudança. Agora, é sentar com a empresa, com a comissão de fábrica e negociar”, destaca o assessor sindical Wilson Costa.

Conte Pra Gente – O SindZap (11) 9 6078-0209 é um dos canais do Sindicato com a categoria que facilita a comunicação. Por meio de mensagens (áudio e texto), os trabalhadores e trabalhadoras podem fazer denúncias e tirar dúvidas.

Além disso, neste canal, você também recebe informações de interesse da classe trabalhadora. Para isso, basta salvar o número na sua agenda e mandar um Oi.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #07