FIQUE SÓCIO!

Campanha Salarial
COMPARTILHAR

Mutirão de assembleias chega a região de Jandira e já mobiliza mais de 5 mil metalúrgicos

Por Auris Sousa | 23 set 2021

A mobilização por reajuste salarial e renovação dos direitos da Convenção Coletiva chegou às metalúrgicas de Jandira e Itapevi nesta quinta-feira, 23. Ao todo, já são 5.300 trabalhadores mobilizados no mutirão de assembleias da Campanha Salarial, que hoje envolve os companheiros  de empresas como Eirich, GramService, Gramtampa, Max Eberhart, MKS, Mercúrio, Prodec e São Raphael.

Hoje ainda vão acontecer assembleias em mais fábricas, como na Wap Metal e Ficosa. “Por enquanto, o balanço é positivo. As assembleias já mobilizaram um bom número de trabalhadores e ao longo do dia vamos fortalecer o debate em mais fábricas”, conta o diretor do Sindicato Sertorio Aparecido, que coordena o mutirão na região de Jandira e Itapevi que vai organizar 2.200 trabalhadores nas duas cidades.

Este é o segundo dia do mutirão que teve início na quarta-feira, 22, nas principais fábricas de Osasco quando mobilizou 3.100 trabalhadores, entre eles os que trabalham na Alka3/Cabovel, CBFA, Croni, Global Moldes, Valvugás, Wegflex, Ancae, Climber, LAO, Belgo e Meritor. 

DEFESA DOS DIREITOS

Nas portas das fábricas, o Sindicato esclarece a importância da Convenção Coletiva que, entre outros pontos, proíbe a terceirização das atividades fins, garante estabilidade para vítimas de acidentes e doenças do trabalho, entre outros pontos.

“A Convenção tem peso maior que a Lei. A nossa principal reivindicação é para que os direitos contidos nela sejam renovados, para blindar os metalúrgicos da precarização imposta pela reforma trabalhista”, explica o presidente do Sindicato, Gilberto Almazan.

O Sindicato também convoca os trabalhadores para que compareçam ao seminário regional que acontecem neste sábado, 25, a partir das 9h, na sede, em Osasco.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região participa da Campanha Salarial unificada organizada pela Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, que reúne outros 53 sindicatos. A data base da categoria é em 1º de novembro.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01