FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Mais de 9 mil dispostos à greve por aumento real na região de Osasco

Por Auris Sousa | 09 out 2013

A pressão por aumento real cresce na região de Osasco e já atingiu cerca de 9.500 trabalhadores. Só nesta quarta-feira, 9, cerca de 3 mil metalúrgicos de Osasco se mobilizaram e mostram que estão disposto a entrar em greve pelo reajuste salarial. A ação faz parte do mutirão de assembleias, que teve início na semana passada, organizado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região.

Simultâneas, as assembleias desta manhã contou com a participação de metalúrgicos de diversas fábricas da cidade. Entre elas: Cabovel, Metalsa, Univel, Mecano Fabril, Top Taylor, Alka 3, Top Taylor. Na ocasião, além de fortalecer a luta por reajuste salarial e renovação da convenção coletiva, os companheiros mostraram que estão dispostos a entrar em greve pelas reivindicações e receberam informações sobre as negociações com os grupos patronais.

“Até o momento, os patrões não apresentaram nenhuma proposta sobre o reajuste e as cláusulas da convenção. Enquanto este cenário não mudar, a nossa resposta será organização e pressão na frente das fábricas”, enfatizou o presidente do Sindicato, Jorge Nazareno.

Mais mutirões – Nesta tarde, a pressão ficará por conta dos companheiros da Liceu e Tensaciai. Na quinta-feira, 10, mais metalúrgicos de Osasco fortaleceram a mobilização, junto com os companheiros de Alphaville.

Este é o terceiro dia do mutirão de assembleias, cerca de 9.500 mil trabalhadores participaram dos atos e mostraram que estão dispostos a greve, caso as negociações não avancem. Na semana passada, as assembleias aconteceram nas fábricas de Embu das Artes, Itapecerica da Serra e Taboão da Serra.

Reivindicações – Além do aumento real, a categoria reivindica fim das terceirizações, valorização do piso salarial, 40 horas semanais, renovação e ampliação das cláusulas da Convenção Coletiva.

Campanha Unificada – Os metalúrgicos da região de Osasco lutam em unidade com os 800 mil metalúrgicos do Estado de São Paulo, organizado pela Federação filiada à Força Sindical. A data base da categoria é em 1º de novembro.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #08