FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Justiça determina o pagamento dos salários atrasados dos metalúrgicos da H-Buster

Por Auris Sousa | 25 abr 2013

A falta de pagamentos dos trabalhadores da H-Buster, de Cotia, pode estar perto do fim. Isto porque na quarta-feira, 24, a Justiça determinou que a metalúrgica efetue o pagamento dos salários atrasados aos trabalhadores. A decisão ocorreu em julgamento da empresa, realizada no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 2ª Região, que contou com a presença do Sindicato.

Com a decisão, a empresa terá que efetuar os pagamentos imediatamente, caso contrario terá que pagar multas. Além disso, terá que conceder estabilidade de 90 dias para todos os trabalhadores, que estão em greve desde o dia 8 de abril devido ao atraso.

Até o momento a empresa não se manifestou e os companheiros permanecem em greve.

Proposta – Antes da decisão da Justiça, os trabalhadores haviam recusado uma proposta feita pela empresa durante segunda audiência de conciliação, realizada no último dia 18. Nela, a H-Buster propôs pagar 50% dos salários e implantar o layoff (suspensão temporária dos contratos de trabalho).

Avanço – A mobilização dos trabalhadores rende avanços a cada dia.  Na terça-feira, 23, a 1ª Vara do Trabalho de Cotia determinou o arresto bens da H-Buster. A medida garante a conservação de bens patrimoniais da empresa para assegurar que ela faça o pagamento em dinheiro de suas obrigações; no caso, os salários atrasado.

O arresto foi concedido em atendimento à solicitação do Sindicato.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023