FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Franceses protestam contra reforma trabalhista

Por Auris Sousa | 22 set 2016

Na quinta-feira, 15, mais um grande protesto mobilizou os trabalhadores franceses contra a reforma trabalhista imposta pelo governo do presidente François Hollande. O ato, que aconteceu por todo país, foi convocado por centrais sindicais e pelo movimento estudantil.

Desde o início do ano os franceses têm feito manifestações contra as medidas que retiram direitos dos trabalhadores no país

Desde o início do ano os franceses têm feito manifestações contra as medidas que retiram direitos dos trabalhadores no país

As mudanças feitas por François Hollande favorecem as empresas em prejuízos aos trabalhadores. Em resumo, a nova lei facilita demissões e coloca acordos entre trabalhadores e patrões acima da legislação. Ainda permite o aumento da jornada de trabalho, sem reajuste salarial. Ao Brasil de Fato, Jean-Perre Raffi, sindicalista francês, explicou de forma simples o que o governo pretende:  “O Código de Trabalho tem cinco centímetros de espessura, mas querem substituir por outro que não tem mais que cem páginas”, comparou.

Apesar da grande participação da população nos atos, o governo não voltou atrás. Por este motivo, o secretário-geral da Força Operária, Jean- Claude Mailly, declarou a Agência de Notícias Reuters que a partir de agora a entidade pretende enfrentar a nova legislação na justiça.

A reforma na França segue os passos dados em outros países, que pioraram as leis trabalhista, sempre com a desculpa de se criar mais empregos e salvar a economia. Algo do tipo que vem se desenhando no Brasil. Por isso a importância de nos manter mobilizados nas manifestações contra a retirada de direitos. [Foto: Vermelho] 

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #03