FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Estudantes rejeitam proposta do Governo de SP de desocupar as escolas

Por Auris Sousa | 20 nov 2015

Os estudantes rejeitaram a proposta apresentada pelo secretário estadual de Educação, Herman Voorwald, que oferecia a suspensão da execução do plano pelo período de 10 dias, com a condição dos alunos desocuparem as escolas. A proposta foi feita na quinta-feira, 19, durante audiência de conciliação no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo).

A ideia do Governo Geraldo Alckmin (PSDB) era que durante este período as escolas deveriam debater o assunto internamente para apresentar uma proposta como alternativa ao governo. O período não agradou os alunos, que não aderiram a proposta e continuam as ocupações.

Na quarta-feira, 18, levantamento divulgado pelo Apeoesp (Sindicato do Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) informava que 48 escolas estaduais estavam ocupadas por alunos e professores. Hoje, a estimativa, é que 60 escolas já estejam ocupadas.

Em entrevista para agências de notícias, os estudantes informaram que vão permanecer ocupando as unidades de ensino até que suas exigências sejam atendidas pelo governo. Entre elas estão o não fechamento das escolas, a convocação de toda a comunidade escolar para discussão do plano ao longo de 2016 e a não execução do plano em 2016.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #03