FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Defesa do SUS norteia discussões da Conferência de Saúde

Por Auris Sousa | 10 dez 2015

A defesa do SUS (Sistema Único de Saúde) norteou as discussões da 15ª Conferência Nacional de Saúde. Realizada entre os dias 1º e 4 de dezembro, em Brasília, a ação contou com a participação do nosso Sindicato, representado pelo diretor Gilberto Almazan, e reuniu representantes de todo o Brasil que trabalharam na construção de propostas para a criação de uma agenda de prioridades para saúde nos próximos anos.

Pessoas de toda parte do país participaram da Conferência

Pessoas de toda parte do país participaram da Conferência

Ao todo, a Conferência contou com oito diretrizes de debates, teve 40 proposições e 27 moções resultantes das discussões realizadas em 28 grupos de trabalho. Segundo o Ministério da Saúde, o relatório final, aprovado em plenária, será entregue aos gestores da Saúde na União, estados e municípios e monitorado pelos conselhos de saúde, que promovem reuniões mensais.
O evento foi um passo importante e necessário para melhorar o acesso do trabalhador à saúde pública. “Não podemos permitir que a saúde se torne uma mercadoria em nosso país. Temos que defender o SUS e lutar por uma saúde pública de qualidade”, enfatizou o diretor Gilberto Almazan.

Encerramento – No encerramento da Conferência, os delegados prestaram apoio à presidenta Dilma Rousseff. “Nós não vamos nos curvar diante da ameaça de golpe à democracia brasileira”, ressaltou a presidenta do Conselho Nacional da Saúde, Maria do Socorro. Em seu discurso, Dilma agradeceu o apoio e destacou: “pela saúde da democracia, nós temos de defendê-la contra o golpe“.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #03