FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Com greve, metalúrgicos da Bombas Esco arrancam negociação

Por Auris Sousa | 08 maio 2013

Insatisfeitos com a falta de pagamento, os trabalhadores da Bombas Esco, de Embu das Artes, entraram em greve na segunda-feira, 6, e arrancaram negociação com a empresa, que se comprometeu a efetuar os salários até sexta-feira, 10.

Além disso, a empresa também se comprometeu a pagar o dia parado e conceder estabilidade de 90 dias aos trabalhadores.

A paralisação se deu em resposta a falta de pagamento dos salários. Os trabalhadores também reclamaram em relação ao atraso de, em média, 50 dias das verbas rescisórias a 12 trabalhadores que foram demitidos.

Para o diretor do Sindicato Geremias da Silva, “a unidade dos companheiros foi fundamental para o avanço das negociações”, avaliou.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023