FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Caminhada das Mulheres em Osasco pede pela criação de Centro de Tratamento do Câncer

Por Auris Sousa | 27 mar 2013

Em defesa da promoção da saúde da mulher, dezenas de militantes tomaram as ruas do Centro de Osasco na terça-feira, 26, e pediram pela criação de um Centro de Tratamento do Câncer para a região. O evento, que faz parte de uma série de eventos em comemoração ao 8 de março – Dia da Mulher, foi organizado pela Coordenadoria da Mulher e Promoção da Igualdade Racial de Osasco e teve o apoio do Sindicato.

“No mês da Mulher, devemos sair para reivindicar aquilo que é de direito. Agora, queremos o Centro de Tratamento do Câncer, porque não é justo a mulher acordar de madrugada para ir ao Hospital Pérola Byington. Esse Centro vai salvar muita gente e nós não podemos abrir mãos”, afirmou Sônia Rainho, da Coordenadoria da Mulher.

A diretoria licenciada do Sindicato Eliana Ferreira participou da caminhar em representação a Coordenadoria de Diversidade de Barueri, órgão em que faz parte. O evento também contou com a presença do prefeito da cidade, Jorge Lapas, que decidiu apoiar a ação.

Durante o percurso, as participantes também defenderam a luta contra a violência doméstica, autonomia na saúde e paz.

Centro de Tratamento do Câncer

No dia 2 de março, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou a construção do primeiro Centro de Oncologia (Centro de Tratamento do Câncer) na região, entre outros projetos.

Segundo informação dos jornais regionais, na data, Alckmin, explicou que o hospital “vai ficar centralizado em Osasco e vamos trazer o serviço completo, com cirurgia, quimioterapia e radioterapia”. Além disso, o governador disse: “Nós já estamos adquirindo um prédio praticamente pronto para termos aqui a descentralização do Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo), com atendimento de graça e de alto padrão”. [Com informações da imprensa local e prefeitura de Osasco / Foto: Prefeitura de Osasco]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023