FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

ADI em greve contra intransigência

Por Auris Sousa | 09 jun 2015

Os companheiros da ADI, em Embu das Artes, estão de braços cruzados desde terça-feira, 2, contra a intransigência da empresa, que demitiu uma trabalhadora, após o fim da greve por PLR (Participação nos Lucros e Resultados). Segundo o diretor Geremias da Silva, os metalúrgicos estão solidários a companheira e só retornarão ao trabalho quando ela for reintegrada.

“A empresa foi intolerante, não respeitou os direitos dos trabalhadores e a Constituição”, avaliou Geremias, que diz isso frente o direito a greve assegurado pela Constituição Federal.

O Sindicato já acionou a justiça contra esta intolerância, e se baseia no Precedente Normativo 36. Esta norma trata da estabilidade provisória, neste caso em decorrência de greve legítima.

Atraso de salários – Como se não bastasse a demissão, a empresa ainda não efetuou o pagamento dos salários dos trabalhadores. O Sindicato também já solicitou regularização do pagamento.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #08