FIQUE SÓCIO!

Opinião
COMPARTILHAR

Paulinho da Força

Por admin | 02 jan 2013

TAGS

Opinião

Aumentar a pressão por direitos.

Os trabalhadores precisam intensificar as manifestações este ano para conquistar os direitos expostos na Agenda da Classe Trabalhadora e manter a atual legislação que garante inúmeros benefícios conquistados ao longo de décadas de luta.

Passou a hora do governo dialogar e atender às reivindicações unitárias dos trabalhadores. Para isso, as centrais sindicais vão deflagrar uma marcha em Brasília, em março, para forçar a presidente Dilma Rousseff a abraçar a nossa pauta.

É prioridade a redução da jornada de trabalho sem redução salarial, fim do fator previdenciário, proteção contra a demissão imotivada, aumento real para os aposentados que ganham acima de um salário mínimo e a valorização do servidor público, entre outros pleitos.

Estes benefícios, junto a mudanças radicais na economia, que priorize o investimento produtivo e o trabalho, vão aumentar os rendimentos dos assalariados e incrementar o consumo e a produção. Vão gerar ainda mais postos de trabalho e riqueza para os brasileiros.

Temos obtido vitórias ao longo dos anos. A mais recente é a isenção de Imposto de Renda sobre a PLR (Participação nos Lucros ou Resultados) de até R$ 6 mil.

Mas precisamos avançar mais. Para isso, os trabalhadores e suas entidades terão de deflagrar grandes manifestações unitárias pelo país.

PAULO PEREIRA DA SILVA
PAULINHO, Presidente da Força
Sindical e Deputado Federal (PDT-SP)

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023