FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Novas regras para desconto na conta de água entram em vigor em SP

Por admin | 02 fev 2016

Começou a valer na segunda-feira, 1º, o novo cálculo para o bônus na conta de quem economiza água em São Paulo. O programa da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) concede descontos escalonados para os consumidores que reduzem o uso em relação à média de consumo entre fevereiro de 2013 e janeiro de 2014.

divulgacao_cesan

Consumidores em São Paulo terão de reduzir mais uso de água para conseguir desconto na conta

Agora, os valores médios de consumo, que servem de base para o programa, serão multiplicados por 0,78. Com isso, o consumidor precisará diminuir ainda mais o uso de água para ter direito ao desconto. Por exemplo, com o novo cálculo, uma casa que teve consumo médio de 10 mil litros no período de referência (fevereiro de 2013 a janeiro de 2014) terá de passar a consumir, no máximo, 7 mil litros para alcançar, ao menos ,10% de desconto na conta.

Quem economiza no consumo de água ganha bônus de 10% no valor da conta de água, desde que reduza o uso entre 10% e 15% em relação ao valor de referência. Para os que reduzem o uso entre 15% e 20%, o desconto é de 20%, e os que diminuem em mais de 20% são enquadrados na faixa de 30% de desconto.

Segundo a Sabesp, o novo cálculo leva em consideração a redução média no consumo de água registrada entre outubro de 2014 e setembro de 2015. As novas regras fazem parte de estratégia da companhia para manter o programa de incentivo à redução do consumo de água até, pelo menos, o final de 2016.

Foi mantido também o sistema de penalidades para os clientes que aumentarem o uso de água em relação aos valores de referência.

Sistema Cantareira – Após meses de recuperação, o Sistema Cantareira tem hoje um volume de água armazenado equivalente a 35,2% da capacidade total dos reservatórios. Descontando as reservas técnicas (volume morto), o sistema tem 16,3% da capacidade do volume útil. [Foto: Divulgação/Cesan] 

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #03