FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Metalúrgicos protestam contra prisão de sindicalista de Curitiba

Por Cristiane Alves | 22 nov 2012

O Sindicato apoia o protesto que será feito hoje às 17h pelos companheiros metalúrgicos da Grande Curitiba pela liberdade de Nelson Silva de Souza, o Nelsão, diretor do sindicato de Curitiba e da Força Sindical.

Nelsão está preso com Pastor Divino, desde o último dia 14. São os dois únicos manifestantes que permanecem na prisão após o protesto pela construção de um viaduto na BR 277 que facilite o acesso da população de Campo Largo até Curitiba.

Segundo relato do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, a população da cidade contava com um acesso a rodovia antigamente, o qual foi fechado sem justificativas há dois anos pela concessionária Rondonorte. Isso faz com que o morador de Campo Largo dê uma volta de 12 km para fazer o trajeto até Curitiba, onde boa parte das 6 mil pessoas trabalham.

Morador de Campo Largo, Nelsão participou do protesto junto a outras lideranças comunitárias. Foram sete presos, cinco dos quais já foram soltos. Eles são acusados de formação de quadrilha. Classificação apontada a criminosos. Mas, na verdade, exerciam seu direito de expressão e organização.

Além da liberdade dos dois presos, o protesto também tem o objetivo de exigir respeito a liberdade de expressão e de associação e a construção do viaduto na BR 277.

O Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba também irá encaminhar denúncia à Anistia Internacional.

O  Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região é solidário a luta dos companheiros e repudia qualquer atitude contra a liberdade de expressão e de organização dos trabalhadores.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023