FIQUE SÓCIO!

Campanha Salarial 2016
COMPARTILHAR

Metalúrgicos aprovam pauta de luta contra retirada de direitos

Por Cristiane Alves | 19 set 2016

O posicionamento firme contra o ataques aos nossos direitos e pelo aumento salarial uniu os metalúrgicos de Osasco e região, que lotaram a sede do Sindicato, neste sábado, 17. Eles compareceram a assembleia de avaliação e aprovação da pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2016 e a luta contra a política do governo Michel Temer que pretende mexer na Previdência, nos direitos trabalhistas e nos recursos para Saúde e Educação.

“Nenhum Direito a Menos” é o lema que unifica a categoria nesta Campanha Salarial. Não poderia ser diferente. Neste ano, além da negociação das clausulas econômicas, a pauta inclui a renovação dos direitos da Convenção Coletiva. E os patrões, em aliança com o governo Temer, têm colocado a “modernização” de direitos – leia-se precarização – como condição fundamental para combater o desemprego e o país voltar a crescer.

Mas, o alerta do presidente do Sindicato, Jorge Nazareno, é para que o trabalhador não caia nessa. “Essas medidas atingem a gente de forma violenta”, explicou lembrando que a abertura da possibilidade da terceirização ser ampliada para todos os setores de uma empresa, uma das medidas prioritárias de Temer. 

Outras mudanças já apresentadas pelo governo é nas regras para aposentadoria e também um arrocho sobre os gastos com Saúde e Educação. “Se passar o projeto no Congresso, pelos próximos 20 anos, não vai ter reajuste para os gastos com essas áreas”, explicou Jorge.

Entre os companheiros presentes na assembleia, a preocupação com tais medidas se converteu em vontade de partir para a luta. “Temos de ficar mais atento. Eu não tinha conhecimento de todas essas informações. Não adianta a gente só trabalhar, tem de conhecer e lutar”, afirmou um companheiro da Fundição Alvorada.

A pauta aprovada por unanimidade será entregue aos grupos patronais, na Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), nesta terça-feira, 20.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #11