FIQUE SÓCIO!

Opinião
COMPARTILHAR

Jorge Nazareno

Por admin | 22 jan 2013

TAGS

Opinião

Trabalhador na ordem do dia.

 

 

 

O fim do fator previdenciário e a recuperação do poder de compra estão na pauta dos aposentados que, na quinta-feira, 24, comemoram o Dia Nacional do Aposentado. Reivindicações antigas, exigidas também por quem está na ativa. Isso porque, quando falamos em assuntos como estes, falamos em respeito a direitos, distribuição de renda, justiça social. Portanto, a luta não é só dos aposentados, mas de todos nós.
Também estamos atentos à garantia e ampliação de nossos direitos. As propostas feitas pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) vão na contramão disso, já que procuram flexibilizar e até retirar direitos que nos são preciosos e necessários.
Já sabemos que essas intenções são antigas, o que é novo é a falta de diálogo com o governo federal para que o trabalhador possa fazer o contraponto e colocar suas propostas na mesa. Até agora, só vimos o governo ouvir o outro lado. Por isso, vamos nos mobilizar nas ruas para nos fazer ouvir. A pauta trabalhista é uma necessidade da classe trabalhadora e do país e também uma dívida que o governo Dilma tem conosco. É hora do governo colocar o trabalhador na ordem do dia.

 

Jorge Nazareno
Presidente do Sindicato dos
Metalúrgicos de Osasco e Região
[email protected]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023