FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Indústria paulista deve fechar o ano com 100 mil empregos a menos

Por admin | 13 jul 2012

O nível de emprego da indústria paulista deve fechar o ano com 100 mil empregos a menos. A expectativa é de Paulo Francini, diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Segundo Francini, a estimativa da Fiesp é que o emprego na indústria paulista encerre o ano com uma taxa 2,3% menor do que 2011. “Fechar o ano em -2,3% representa alguma coisa como mais de 100 mil empregos a menos do que se tinha no final do ano passado. E isso tem um efeito contágio”, disse ele.

Em junho, 7 mil postos de trabalho foram fechados na indústria de São Paulo, queda de 0,39% em relação a maio, considerando o ajuste sazonal. Com exceção de 2009, ano de agravamento da crise financeira internacional, este é o pior resultado mensal da série iniciada em 2006. De acordo com Francini, a queda do índice em junho só não foi maior porque o setor de açúcar e álcool abriram 16.533 vagas.

Em maio, a pesquisa mostrou um aumento de 0,33% no nível de emprego. Para Francini, a queda em junho mostrou que o crescimento no mês anterior havia sido apenas “um suspiro”.

Francini disse também que a Fiesp pode revisar a projeção do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano. “Nossa última projeção do PIB deste ano é 1,8%. Eventualmente vamos, de novo, revisar essa previsão”.

Entre janeiro e junho de 2012, 31 mil empregos foram gerados pela indústria paulista, variação positiva de 1,20% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

 

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023