FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Governo mantem IPI reduzido para carros e móveis até dezembro

Por Auris Sousa | 01 jul 2014

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou na segunda-feira, 30, a manutenção, até dezembro, das tarifas reduzidas do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para carros novos e móveis. A alíquota deveria voltar a subir nesta terça-feira, 01.

Segundo publicação da Agência Brasil, a estimativa é que a desoneração para os carros implique renúncia fiscal de R$ 1,6 bilhão.

Para carros com até mil cilindradas, a alíquota permanece em 3%, antes da redução era de 7%. Os automóveis entre mil e 2 mil cilindradas, bicombustíveis, continuaram tributados em 9%. Antes da redução, a alíquota da categoria era 11%.

Para móveis, painéis e revestimentos de móveis, o IPI ficou em 4%, um ponto percentual a menos que a alíquota normal, de 5%. Para luminárias, o imposto foi mantido em 12%, três pontos a menos que a alíquota cheia, de 15%.

De acordo com a Agência Brasil, o governo deixará de arrecadar R$ 161,6 milhões de julho a dezembro.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #06