FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Governo federal prorroga prazo para acordos de redução e suspensão de jornada; exija a participação do Sindicato

Por Auris Sousa | 25 ago 2020

O governo federal prorrogou por mais dois meses o prazo para criação de acordos, que permitem a suspensão de contratos de trabalho e redução da jornada de trabalho e de salário dos trabalhadores. O decreto, que determina a extensão, foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 24. Sindicato orienta os metalúrgicos de Osasco e região a exigirem a participação do Sindicato nas negociações e acordos.

Sindicato orienta trabalhadores e exigir a presença do Sindicato nas negociações

Em 14 de julho, o governo já havia editado um primeiro decreto que prorrogava o período para até 120 dias. Assim, a redução da jornada e salário passou a valer por quatro meses, em vez de três, e a suspensão de contratos, que valia por dois meses, foi ampliada, também para quatro meses. Agora, com o acréscimo dos 60 dias, ambas as medidas passam a ter um prazo máximo de 180 dias.

O Sindicato orienta os trabalhadores a não fazer qualquer negociação individual, e buscar junto aos diretores a negociação coletiva como forma de garantir as melhores condições para os trabalhadores.

“Todo acordo para redução de salários ou suspensão do contato de trabalho deve ser apresentado ao Sindicato. Se o trabalhador ou a trabalhadora receber alguma proposta, deve avisar imediatamente o Sindicato”, enfatiza o secretário-geral do Sindicato, Gilberto Almazan.

Almazan ressalta que só com a participação do Sindicato os trabalhadores conseguirão acordos vantajosos: “Nos últimos meses, aprovamos muitos acordos superiores ao que é oferecido pelos parâmetros do Governo Federal. Isso só foi possível graças a confiança e organização dos trabalhadores e trabalhadoras. Este é o momento de unirmos forças para momento é de preservar a renda, a saúde e o emprego para o maior número de trabalhadores”.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023