FIQUE SÓCIO!

Opinião
COMPARTILHAR

Claudio Magrão

Por Auris Sousa | 04 mar 2013

TAGS

Opinião

Marcha por direitos e conquistas.

Em 6 de março o movimento sindical realizará uma grande marcha à Brasília. A 7ª Marcha das Centrais Sindicais e Movimentos Sociais é um ato para que os trabalhadores e demais segmentos da sociedade estabeleçam diálogo com o Governo.

A presidente Dilma erroneamente vem adotando uma postura de não receber os movimentos sindicais para discutir questões importantes para melhorar a vida dos operários brasileiros.

Os empresários já foram recebidos por mais de 60 vezes para apresentar suas reivindicações; por outro lado, o movimento sindical, mesmo com pressão, obteve apenas sete encontros. Ou seja, um disparate, ainda mais se tratado de um Governo que se diz com forte vínculo social e trabalhista.

Não dá para pensar num país forte, com emprego, renda, trabalho decente e cidadania plena sem avançar em questões como a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem redução de salários; Fim do Fator Previdenciário; Reforma Agrária; Igualdade de oportunidade entre homens e mulheres; Política de Valorização dos Aposentados; 10% do PIB para Educação; entre outras reivindicações.

O movimento sindical tem papel decisivo na sociedade, por isso, é preciso que mostre sua capacidade de mobilização no sentido de um Brasil mais justo para todos.

Claudio Magrão, é presidente da Federação
dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo.

 

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #01 - 2023