FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

Campanha pelo Fim da Violência contra a Mulher começa hoje

Por Auris Sousa | 25 nov 2015

A Campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher começa nesta quarta-feira, 25, com o objetivo de promover o debate e denunciar a violência contra as mulheres.

O período escolhido para a Campanha é bastante simbólico, já que se inicia no dia 25 de novembro – declarado como o dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres – e finaliza no dia 10 de dezembro – dia Internacional dos Direitos Humanos. Desta forma, é feita uma vinculação entre a luta pela não violência contra as mulheres e a defesa dos direitos humanos.

Dados reforçam a importância da Campanha

A Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180) recebeu nos últimos dez anos 4,7 milhões de atendimentos, segundo dados divulgados hoje, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, pelo Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

Neste período, das ligações recebidas, 552.748 eram de relatos de violência. Desses, 56,72% violência física, e 27,74% psicológica.

2015 – Entre janeiro e outubro deste ano, a Central realizou 634.862 atendimentos, número 56,17% maior que o do mesmo período de 2014 (406.515). Nos dez primeiros meses do ano, foram registrados 63.090 relatos de violência, 40,33% superior aos registrados em 2014.

Dentre as ligações com relatos de violência, 49,82% corresponderam a casos de violência física; 30,40% de violência psicológica; 7,33% de violência moral; 2,19% de violência patrimonial; 4,86% de violência sexual; 4,87% de cárcere privado; e 0,53% de tráfico de pessoas.

O ministério destacou o aumento de 300,39% nos casos de cárcere privado, com média de dez registros por dia. Os registros de estupros também aumentaram em 165,27%. De acordo com o Ligue 180, a média foi de um estupro a cada 3 horas.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #03