FIQUE SÓCIO!

Notícias
COMPARTILHAR

GT da Federação discute ações de combate ao racismo nas metalúrgicas

Por Auris Sousa | 16 maio 2024

O Sindicato faz parte do Grupo de Trabalho da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo que tem discutido ações de combate ao racismo nas metalúrgicas do estado. Nesta terça-feira, 14, aconteceu a segunda reunião do grupo que se organiza para ampliar o debate com todos os sindicatos filiados à Federação.

“Precisamos lidar e cuidar de todos os temas que possam afligir nossa categoria e a todos os trabalhadores e trabalhadoras. A questão da discriminação racial é algo estrutural em nossa sociedade e, através deste grupo de trabalho, pretendemos criar mecanismos que permitam a nossa Federação e aos seus sindicatos filiados agirem de forma a combater o racismo em nosso meio”, disse Eliseu Silva Costa, Presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo.

A reunião definiu a realização de reuniões mais ampliadas de forma on-line e a possível realização de um seminário para que possa haver maior absorção do tema para os sindicatos filiados, além de ações proativas sobre o tema.

“É uma discussão urgente. O racismo estrutural também afeta os salários e prejudica principalmente as mulheres negras”, destaca Mônica Veloso, vice-presidente do Sindicato.

A dirigente diz isso porque, segundo o 1º Relatório de Transparência Salarial com o recorte de gênero, as mulheres negras, além de estarem em menor número no mercado de trabalho no estado de São Paulo, também recebem menos do que as mulheres brancas. Enquanto a remuneração média da mulher negra é de R$ 3.446,54, a da não negra é de R$ 5.437,78. No caso dos homens, os negros recebem em média R$ 4.350,22 e os não negros, R$ 6.715,58.

Para o diretor Everaldo dos Santos, o debate entre a categoria sobre raça vai ampliar e fortalecer a luta de combate ao racismo. “É preciso falar, debater constantemente, punir quem pratica o racismo além de criar ações de reparação e que despertem a conscientização de todos e todas”, avalia.

Além do nosso Sindicato e da Federação, estiveram presentes na reunião representantes dos Sindicatos de Metalúrgicos de São Paulo, Santo André, Baixada Santista, São Caetano e Jundiaí.

[Com informações da Federação]

Leia também: 

Trabalhadores e trabalhadoras da Danfoss conquistam PLR

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #11