Manter o Sindmetal como sua home? Sim | Não

 

Webmail

 

NOSSA MISSÃO: Organizar e defender os trabalhadores respeitando os direitos de cidadania e a diversidade como os princípios para a construção de uma sociedade justa

Metalúrgicas atendem o chamado do Sindicato

Encontro781X293

Sábado, 1º, foi dia das metalúrgicas de Osasco e região refletirem sobre seus direitos e deveres no 2º Encontro sobre “Igualdade de oportunidades: essa luta é nossa”, que aconteceu no Metalcamp, em Cotia.

Pautas importantes entraram em pauta. Uma delas foi a situação das mulheres na política. A diretora Etelvina mostrou que, apesar de termos avançado, a presença feminina ainda não condiz com a realidade do país. Isto porque elas são 51,4% entre os 201,5 milhões de brasileiros e 52,1% entre os 142,8 milhões de eleitores, mas ainda são sub-representadas na política.

Mesmo tendo reeleito uma mulher para presidência, os brasileiros elegeram poucas candidatas. Na Câmara, elas são apenas 9,9%. Nas Assembleias Legislativas, somam 11,33% do total. Tal cenário mostra a importância da organização das mulheres para avançar cada vez mais na luta pela igualdade de oportunidades para homens e mulheres.

Importância que foi enaltecida com os sete anos completos do Coletivo Mulheres Sindmetal, que é exemplo de mobilização. Além da inclusão de cláusulas nas Convenções Coletivas, resulta na crescente presença das mulheres na organização dentro das fábricas, por meio das Cipas, comissões de fábrica e PLR. Itens que a diretora Claudia Reguelin fez questão de pontuar e relembrar.

Em plena Campanha Salarial, a diretora Gleides Sodré, aproveitou o momento para passar informações para as companheiras sobre o andamento das negociações e convocá-las para reforçar a luta por aumento real, 40 horas, fim do fator previdenciários, estabilidade para os delegados, e demais itens da pauta.

Assembleia de aprovação da pauta de reivindicações é sábado

CAMPANHA SALARIAL781X293

No próximo sábado, 6, acontece no Metalcamp, em Cotia, assembleia de aprovação da pauta de reivindicações para a Campanha Salarial de 2014, a partir das 9h. Também haverá um seminário para que a diretoria e os trabalhadores possam fortalecer a organização da mobilização.

O comparecimento dos metalúrgicos de Osasco e Região é de suma importância para manter a organização da categoria, que deve se mobilizar pela a conquista da pauta de reivindicação, que será entregue aos grupos patronais na próxima terça-feira, 9, em ato organizado pela Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, a partir das 10h.

As principais reivindicações da pauta são: aumento real; redução da jornada de trabalho de 44 horas para 40; valorização dos pisos; fim do teto de aplicação; fim da terceirização; reposição das perdas.

O Sindicato já realizou alguns seminários sobre a campanha salarial para os trabalhadores das regiões de Barueri, Cotia, Osasco, Taboão da Serra e Jandira, agora convida os companheiros para participar dos próximos.

Inscrição – Para participar do seminário, os interessados devem se inscrever até quinta-feira, 4. Para quem precisar, o Sindicato oferecerá transporte, veja abaixo o itinerário:

Visita ao Metalcamp – Após o debate, haverá uma visita monitorada para que os companheiros e companheiras possam conhecer as instalações do clube de campo.

Veja como fica o atendimento do Sindicato nesta terça

bandeira-brasil123X109

Nesta terça-feira, 8, às 17 h, a Seleção Brasileira entra em campo contra a Alemanha. Mais uma vez o Mundial vai mexer com o funcionamento dos erviços do Sindicato: Sede e subsedes funcionarão das 8h às 13.

A CredMetal, o Metalclube e a Metalcamp também funcionarão até às 13h

Sede e subsedes não abrem no feriado de 9 de julho

9-de-julho123X109

Na próxima quarta-feira, 9, a sede e subsedes do Sindicato não abrirão, devido ao feriado estadual que lembra a Revolução Constituinte de 1932. Também não terá atendimento na CredMetal.

Já o Metalclube e Metalcamp funcionarão, em horários especiais. Veja:

Clube das 8h às 17h
Secretaria das 9h às 14h
Caixa das 9h às 13h30
Academia das 8h às 13h
Exame Dermatológico das 9h às 13
Piscina Externa das 9h às 18h
Piscina Aquecida estará fechada

Saiba mais – A Revolução Constitucionalista de 1932 está entre os maiores conflitos civis e um dos mais importantes acontecimentos políticos da história do Brasil. Ocorrido em São Paulo, o movimento tentou impedir a continuação do governo provisório de Getúlio Vargas, instaurado em 1930. Os “revolucionários” pediam a promulgação de uma nova constituição federal.

Dois anos depois, em 1934, o governo promulgou uma nova constituição, mostrando que o movimento conseguiu, ainda que tardiamente, atingir seu objetivo.

Metalúrgicos debatem os riscos do Amianto e Nanotecnologia à saúde e ao meio ambiente

6SeminarioMeioAmbiente781X293-361X128

Os esforços brasileiros pelo banimento do Amianto, as doenças relacionadas e riscos que a fibra oferece ao meio ambiente, assim como os questionamentos que rondam sobre a utilização desenfreada da Nanotecnologia foram discutidos pelos metalúrgicos de Osasco e região no sábado, 7. O debate aconteceu no Metalcamp durante o 6º Seminário Meio Ambiente e Trabalho, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho. 

Fernanda Giannasi, da Rede Virtual Cidadão pelo Banimento do Amianto para a América Latina e da Abrea (Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto), recordou os trabalhadores que o amianto foi proibido (uso, extração e comercialização) por 66 países, entre eles a Argentina, o Chile e o Uruguai. No Brasil, os esforços das instituições de saúde e ambientais pelo banimento do amianto se propagam em legislações estaduais e municipais. “Osasco foi uma das primeiras cidades a proibir o amianto, mas as lojas de construção ainda vendem produtos a base de amianto. Temos que promover o banimento e combater este mal”, ressaltou Fernanda.

Que a fibra faz mal à saúde muitos companheiros já sabiam, mas poucos conheciam os males que ela também pode provocar a natureza. “A degradação ambiental causada pela extração do mineral é uma realidade nas regiões de mineração. Além disso, o descarte inapropriado de materiais a base de amianto (telhas, caixas d água, passivo industrial) pode contaminar o solo e colocar em risco a saúde da população que entra em contato inadvertidamente com o material”, explicou Fernanda.

Por isso que o Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) criou a resolução 348, que considera o amianto resíduo perigoso e deve ter procedimento especial para o descarte. “O mesotelioma [câncer de pleura relacionada ao amianto] pode aparecer independente da dose de exposição, logo o câncer também pode ser atribuído a exposição ambiental”, ressaltou Fernanda.

Para uma companheira, que participou pela primeira vez de um evento do Sindicato, a informação foi esclarecedora. “Fiquei assustada, não tinha noção que pessoas contraíram câncer por causa do amianto”, contou. Para outro que já acompanhou outros eventos que tratou deste assunto o tema tem que ser pauta frequente. “É um assunto que enquanto [o amianto] não for banido, tem que ser falado”, defendeu.

Mistérios da nanotecnologia

Se por um lado a nanotecnologia traz benefícios – com o avanço da tecnologia e requer pouca matéria-prima para produção de mercadorias – por outro os riscos desconhecidos dessa nova tecnologia intriga os pesquisadores. “A nanotecnologia é interessante, mas quais as consequências que ela pode oferecer com o tempo? Nossa briga é para que daqui 60 anos não tenhamos que falar sobre o seu banimento, assim como hoje tratamos o amianto”, reforçou a Arline Arcuri, pesquisadora da Fundacentro.

Por isso que Arline enfatizou a importância de se discutir a criação de normas voltadas para a nanotecnologia, que contenha formulação de políticas de desenvolvimento científico-tecnológico, de gestão de riscos ambientais e de riscos à saúde humana. Já que até o momento não existem normas jurídicas específicas que imponham limites à sua utilização, e muito menos pesquisas que mostrem se ela poderá ser nociva a saúde e meio ambiente.

“Já temos vários produtos que têm nanotecnologia no mercado. Estamos usando, mas não tem estudos suficientes que comprovam se eles podem prejudicar a nossa saúde no futuro, e quais serão as consequências do uso desenfreado. Estamos sendo cobaias da indústria”, ressaltou Arline.

Se há dúvidas dos males que esta nova tecnologia pode provocar a saúde e meio ambiente, seus reflexos no mercado de trabalho já são claros. “A indústria tende a diminuir. Teremos problemas futuros com isso, temos que debater esta questão e seminários como este colaboram para pensarmos o futuro”, avaliou Jorge Nazareno, presidente do Sindicato.

Para o diretor do Sindicato Gilberto Almazan o que mais preocupa é a convergência tecnologia, que integra várias tecnologias. O diretor citou a metalúrgica Tufil, que ficava em Cotia, como exemplo. A empresa fabricava antenas de carros, mas com as novas tecnologias, os  carros a já saem das concessionarias com antenas embutidas. “A fábrica fechou porque a indústria automobilística deixou de comprar”, explicou.

 

Sede e subsedes funcionarão até às 13h em dias de jogos da seleção brasileira

BandeiraDoBrasil150X100

Nos dias em que acontecerão os jogos da seleção brasileira na primeira fase do Mundial (dias 12, 17 e 23 de junho), o atendimento será das 8h às 13h. O Metalclube e Metalcamp também vão funcionar até às 13h.

CredMetal terá atendimento especial

Nos dias dos jogos da seleção, a CredMetal abrirá das 8h às 13. Os bancos também terão alteração no horário de atendimento.

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) informou na segunda, 9, que, nos dias de jogos do Brasil, os bancos devem abrir ao público das 8h30 às 12h30.

Colônia e Metalcamp passarão por manutenção

ColoniaPraia

Para melhor atender os sócios e seus familiares, a Colônia de Férias do Sindicato, em Caraguatatuba, e a piscina do Metalcamp – colônia de campo, em Cotia, passarão por manutenção. Veja abaixo:

A piscina do Metalcamp estará fechada entre maio e setembro para manutenção.

De 16 a 30 de junho a Colônia de Férias estará fechada para reparos. Aqueles que querem se planejar com antecedência já podem marcar reservas. 

Subsede de Cotia e Metalcamp não funcionam nesta quarta-feira

Devido ao feriado municipal, a subsede de Cotia e o Metalcamp não funcionarão nesta quarta-feira, 2. O Atendimento será normalizado na quinta-feira, 3.

A subsede de Cotia fica na Avenida Professor Joaquim Barreto, 316, Centro, Cotia, e o horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Metalclube e Metalcamp têm horário de funcionamento alterado no Carnaval

piscinajoícÿCostìm

No Carnaval, entre os dias 1º e 4 de março, os horários de funcionamento do Metalclube e do Metalcamp serão alterados. Confira abaixo as mudanças para você não perder tempo durante as festas carnavalescas:

Metalclube tem horário de funcionamento alterado

metalclube_piscina

Em virtude das festas de fim de ano, o clube terá funcionamento alterado, na quinta-feira, 12, e no sábado, 14 (veja abaixo). Nos dias 23, 24, 25, 30 e 31 de dezembro de 2013 e 1º de janeiro de 2014 o Metalclube e o Metalcamp não abrirão.

Quinta-feira, 12:

Dependências do Metalclube

Horário de Funcionamento

Secretaria e Caixa

Das 7h às 18h

Academia

Das 6h às 18h

Piscina Aquecida

Das 6h às 18h

Piscina Externa

Das 9h às 18h

Exame Dermatológico

Das 8h às 18h

Exame Clínico

Não Haverá

 

Sábado, 14:

Dependências do Metalclube

Horário de Funcionamento

Secretaria e Caixa

Das 7h às 12h

Academia

Das 7h às 12h

Piscina Aquecida

Das 7h às 12h

Piscina Externa

Das 9h às 18h

Exame Dermatológico

Das 9h às 12h

Exame Clínico

Das 9h às 11h

 

Arquiteto apresenta projeto de construção ecológica de Chalés para Metalcamp

seminario-destaque

Durante o 5º Seminário do Meio Ambiente, que aconteceu no sábado, 8, no Metalcamp, em Cotia, os metalúrgicos conheceram o projeto de construção ecológica dos Chalés do clube de campo. As informações foram passadas pelo arquiteto Thiago Lopes Ferreira.

Segundo Ferreira, o projeto ainda está em andamento, mas ele adiantou que os chalés serão construídos com materiais que causam menos impactos ao meio ambiente. “A ideia é fazermos um processo pedagógico, por meio de um canteiro escola, onde será realizado o processo de produção dos materiais”, explicou.

A opção por um projeto sustentável que agrida menos ao meio ambiente é uma exigência da diretoria do Sindicato, que entende a necessidade de buscar alternativas em prol das gerações futuras.

Para isso, Ferreira apontou que a Taipa de Pilão – técnica que utiliza terra sem material orgânico – e o telhado verde, possivelmente, serão alguns dos procedimentos adotados nas obras dos chalés.

Conheça o Metalcamp 

Aberto para o público desde 23 de março, o Metalcamp é mais uma opção de lazer para a família metalúrgica, que pode desfrutar de uma linda área verde, com cachoeira, piscina, quadra de futebol.

Para aproveitar o clube de campo, basta ser sócio do Sindicato e do Metalclube. Quem já é sócio, basta conferir, mas deve estar com a mensalidade e o exame dermatológico em dia.

Veja o horário de funcionamento 

Sede e Subsedes do Sindicato não abrirão nesta 5ª e 6ª

feriado-corpus

Em virtude do feriado de Corpus Christi, na próxima quinta, 30, e sexta-feira, 31, não haverá expediente na sede e subsedes do Sindicato. Assim como na CredMetal.

Metalclube e Metalcamp - Pelo mesmo motivo, o Metalclube e o Metalcamp também não funcionarão na quinta, mas na sexta-feira, 31, as atividades retornam ao normal.

Mais informações pelo (11) 3651-7200 (sede) 3686-7401 (clube).

Família metalúrgica prestigia inauguração do Metalcamp

Metalcamp-noticias

Os metalúrgicos de Osasco e região ganharam no sábado, 23, mais um espaço de lazer e de reflexão: o Metalcamp. Localizado em Cotia, o clube de campo tem 74 mil metros quadrados, com muito verde, piscinas, quadra esportiva, churrasqueira, cachoeira e trilha. Cerca de mil pessoas prestigiaram a inauguração.

O espaço “foi pensado com muito carinho para acolher os metalúrgicos de Osasco e região”, enfatizou secretária-geral licenciada do Sindicato, Mônica Veloso, durante a inauguração, que alegrou a família metalúrgica.

“Fiz questão de conhecer o clube de campo, porque gosto muito de natureza. Tava faltando um lugar como este para a gente relaxar e carregar as baterias”, defendeu uma metalúrgica da Quattro Eletrônica, em Barueri.

Em seu discurso, o vice-presidente do Sindicato, Carlos Aparício Clemente, disse que o clube também será um lugar de organização da categoria. “Essa estrutura é legar para todo mundo, porque é um espaço de lazer, de organização e de luta para ampliarmos novas conquistas. Ao longo do ano, vamos nos encontrar muito aqui”, ressaltou.

Para o presidente da entidade, Jorge Nazareno, “o Metalcamp é motivo de muito orgulho para nós, por ser um espaço de lazer e organização da categoria”. Ele explicou que em breve chalés serão construídos, os quais servirão para ser um espaço de descanso, e de reflexão e mobilização para intensificar as lutas pelos direitos.

Diversão para toda família

Para as crianças, as atividades foram diversas. Entre uma mágica e outra, os olhinhos curiosos brilharam com o truque de mágica. As mãos inquietas pediam a todo instante para participar da magia e quem saber ser mágico por um dia. Foi que aconteceu com um companheiro da Cinpal. Com um grande óculos azul, ele tentou deixar um lenço completo, após tê-lo cortado com a tesoura, e arrancou gargalhadas das crianças. “Muito bom o espaço e as atrações para participar com a família”, avaliou.

As atrapalhadas do palhaço também arrancaram os sorrisos das crianças. Assim como os brinquedos infláveis. “Aqui é muito bonito. Gostei de brincar na cama elástica e achei o mágico bem legal”, ressaltou Raissa, filha de um companheiro da Belgo.

A família toda ainda pôde dançar ao som da banda Capim Novo. Já os homens e as mulheres apaixonados por futebol puderam rever dribles e gols de grandes veteranos dos Santos e do Corinthians, entre eles Zenon, Axel, Dinei, Wladinir, Robert e Índio.

Início das atividades – O Metalcamp passará a funcionar a partir do dia 23 de abril. Para usufruir do espaço, o metalúrgico deve se associar ao Sindicato e ao Metalclube. Outra opção é ser sócio usuário, que também deve se associar ao Metalclube. Clique aqui e saiba mais

 

 

 

 

 

Atividades do Metalcamp começam em abril

Cachoeira-Metalcamp

Apresentado para a categoria no sábado, 23, o Metalcamp iniciará as suas atividades no próximo dia 23 de abril. Isto porque ele ainda passará por alguns reparos para atende melhor a família metalúrgica.

Para usufruir do espaço, o interessado deve ser sócio metalúrgico ou usuário. Nos dois casos, a pessoa deve se associar também ao Metaclube. Isto significa que aqueles que já são sócios do Metalclube se tornaram, automaticamente, associados do clube de campo.

A associação pode ser feita na secretaria do Metaclube ou direto na do Metalcamp, mediante pagamento de taxa.

Para utilizar as piscinas, o sócio precisa realizar exame clínico e dermatológico, que podem ser feitos no próprio local ou no Metalclube (veja horários abaixo). As quadras e churrasqueiras ficarão a disposição mediante reserva.

Inauguração do Metalcamp será repleta de atrações

banner_tela_metalcamp

No próximo dia 23, sábado, a partir das 10h, os metalúrgicos de Osasco e região receberão o mais novo complexo de lazer da categoria: Metalcamp, clube de Campo, localizado em Cotia. A inauguração será regada de diversão, isto porque a entidade pretende comemorar o lançamento do local com grande em estilo.

Mágico, palhaço e brinquedos infláveis para as crianças são algumas das atrações que estarão presentes na inauguração, que faz parte das comemorações dos 50 anos do nosso Sindicato. Para fazer os sócios e sua família lançar, o evento vai contar com um show ao vivo da Banda Capim Novo, que toca músicas nordestinas.

No dia, não será permitido o uso das piscinas e cachoeira do clube do campo. No entanto, orientamos uso de roupas leves devido ao calor.

O Metalcamp fica em um local privilegiado de Cotia, em meio à tranquilidade da natureza. Com 74 mil metros quadrados, com muito verde, o clube de campo se soma à Colônia de Férias, em Caraguatatuba, e ao Metalclube, em Osasco, para trazer mais lazer para categoria.

Entrada – Os convites devem ser apresentados na entrada do clube de campo e no momento de pegar o transporte até o local. O ônibus saíra às 9h da sede, subsede de Taboão da Serra, subsede de Barueri, no Terminal de Jandira e na empresa Voller, em Cotia. [Fotos: Eduardo Metroviche]

 

© 2012 · Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região. Todos direitos reservados.

Rua Erasmo Braga, 307 - CEP 06213-008 - Presidente Altino, Osasco - SP - Brasil - Fone (55 11) 3651-7200